A força do Talento

17th Annual Global CEO Survey

Disponibilidade de Competências - chave
Uma questão de confiança
Definir uma Estratégia de Talento
Estado e Organizações: uma visão partilhada
1 2 3 4

Os cinco anos que passaram testaram os CEOs no seu limite: os desafios impostos pela recessão global e a crise económica afetaram a performance da Liderança nas Organizações. No entanto, o mindset começa a mudar. Esta 17ª Edição do CEO Survey, com enfoque no tema de Talento, mostra-nos que os CEOs estão mais otimistas.

Com a economia a dar alguns sinais de retoma, mesmo que ainda frágeis, é tempo de olhar para a frente e trocar a “sobrevivência” pelo “crescimento”. Não obstante, os desafios de um mundo globalizado são agora mais complexos que nunca – capitalizar oportunidades de crescimento será mais difícil – e, ao que parece, as regras do jogo são outras.

As tendências globais marcarão os próximos anos. Os avanços tecnológicos, as alterações demográficas ou a crescente urbanização estão a transformar o mundo. Por outro lado, a resposta aos desafios colocados pela mudança do mercado de trabalho tem conduzido as Organizações a uma modificação acelerada das suas estruturas e dos seus modelos de organização.

Estas e outras alterações, que se processam a ritmo crescente, trouxeram os Recursos Humanos para o centro das preocupações dos CEOs. Hoje, não basta às Empresas dispor da mais avançada tecnologia, de uma sólida base financeira ou de uma posição dominante no mercado, se as mesmas não forem sustentadas por uma força de trabalho motivada, com um perfil inovador, voltado para o futuro e com elevada produtividade.

Contudo, encontrar e reter o melhor Talento é hoje mais difícil que nunca. Nesta edição, 87% dos CEOs em Portugal reconheceram a necessidade de alterar ou já estão a alterar, a sua estratégia de Talento.

É por isso altura para repensar estratégias. Altura para agarrar as oportunidades certas, através das Pessoas certas. Altura para uma Liderança capaz de enfrentar com sucesso as transformações que já ocorrem - é tempo para uma mudança “verdadeiramente transformacional”.

Sobre o 17th CEO Survey - Talento

Realizamos entrevistas com 1.344 CEOs de 68 países e conversamos com um grupo alargado de CEOs para análises mais extensas.

As suas opiniões sobre as questões que influenciam no talento estão refletidas ao longo do nosso Survey.

Qual o seu grau de preocupação face à disponibilidade das competências chave para o negócio?



Para melhor responder às tendências globais, até que ponto é que está a pensar fazer mudanças na sua Organização? E em que áreas? (Portugal)



Considerando o papel que o Governo tem na sociedade atual, quais deverão ser as 4 principais áreas prioritárias de intervenção? (Portugal)



A Mobilidade de Talento – o Caso de Portugal

Com o crescimento da internacionalização nos negócios, as Empresas nacionais ampliam a sua área de atuação e ganham escala global. Tal facto torna a mobilidade do Talento uma prioridade, na medida em que as Organizações necessitam dos seus Colaboradores para responder aos desafios globais. Mas a Mobilidade também retira Competências - chave às organizações a funcionar em território nacional!



Contacto
Maria Manuel Seabra da Costa
Director
Tel: +351 213 599 748
Elsa Maria Dinis
Senior Manager
Tel: +351 213 599 825