Porquê o Innovation Survey?

A inovação tem que ser uma atitude permanente até se transformar no ADN das nossas empresas.

Manuel LopesdaCosta, Advisory Leader
Manuel LopesdaCosta,
Advisory Leader

Perante as atuais dificuldades económicas, as empresas têm que encontrar soluções que lhes permitam ultrapassar os desafios que lhes são colocados todos os dias.

No entanto, as melhores soluções serão sempre aquelas que forem inovadoras. Como sempre se referiu, “se se continuar a fazer exatamente a mesma coisa, não será de admirar que se venham a obter os mesmos resultados ou parecidos”.

Os tempos são difíceis, e por isso mesmo importa apostar em programas de inovação que permitam, através de um pensamento estratégico estruturado, congregar soluções que respondam cabalmente às necessidades das empresas, levando em consideração o modelo holístico da interligação da estratégia com as pessoas, os processos e as tecnologias de informação.

Conscientes dessa realidade, a PwC realizou o Global Innovation Survey. Os resultados recolhidos, que agora partilhamos consigo, permitem concluir que, em termos globais, 93% dos inquiridos preveem que o crescimento orgânico seja o fator que mais contribuirá para o aumento das receitas nos próximos cinco anos.

As empresas líderes em inovação estimam que já capitalizaram cerca de 40 mil milhões de dólares diretamente devido à inovação e que, daqui a cinco anos, irão atingir 160 mil milhões de dólares de receitas extra. Isto prova não só a grande dimensão do retorno para os mais inovadores, mas também que as perdas para os que menos apostam em inovação serão significativas. E exemplos à escala mundial deste fenómeno existem em todas as indústrias. Os mercados financeiros podem tardar mas sempre reconhecem e remuneram os mais inovadores.

O estudo que lhe apresentamos apurou ainda que 20% das empresas participantes, com melhor desempenho em inovação, têm um ritmo de crescimento mais acelerado e preveem resultados ainda mais animadores para os próximos anos. Em média, cada uma dessas empresas prevê conseguir arrecadar, durante os próximos cinco anos, mais meio milhar de milhão de dólares em receitas.

Com este estudo, a PwC demonstra, e oferece aos seus clientes, uma perspetiva real sobre os benefícios, as práticas e as estratégias de inovação que despoletam o crescimento da receita e a redução dos custos.

A questão não está em saber se a inovação deve ser uma atitude ou parte do ADN das nossas empresas.

A inovação tem que ser uma atitude permanente até se transformar no ADN das nossas empresas.