Porque diferente é melhor

Para nós, é importante sermos uma Organização que trata as pessoas de forma justa - elas são o nosso maior ativo.

Criar valor para os nossos clientes e para a Comunidade, depende da capacidade para criar e manter relações fortes entre pessoas com múltiplos talentos, experiências e “backgrounds”. Para alcançarmos o objetivo global, de ser o número um em talento, temos que ser capazes de atrair, desenvolver e manter pessoas com um potencial elevado, e que trabalhem em equipa de forma eficiente.

O Global Diversity&Inclusion Council faz parte dos nossos objetivos de negócio, sendo presidido pelo nosso Chairman global, e apoiado por um concelho de partners séniores de todo o mundo.

Encorajamos a criatividade. Na PwC, começamos pela simples premissa de que o talento não possui idade, raça ou género e não é excluído pela invalidez. A PwC UK desenvolveu e implementou o ‘Open Mind’ , um programa de formação para toda a empresa, que utiliza o formato e-learning e sessões de discussão para ajudar os partners e os restantes colaboradores a refletir sobre a sua criatividade. Neste momento, estamos a desenvolver um programa network-wide baseado neste caso de sucesso, por isso mesmo, esta iniciativa será em breve uma realidade também em Portugal.

Apostamos na diversidade e inclusão. Para a PwC, diversidade significa integração, inclusão e respeito pela diferença, valores presentes nas nossas múltiplas performances de trabalho, a solo, a par ou em grupo, num assumir permanente do direito à nossa identidade.

Projeto HeforShe (criado pela ONU no âmbito da iniciativa "UN Women", cuja Madrinha é a actriz Emma Watson. Um movimento que pretende promover a igualdade de género, um pouco por todo o mundo) - http://www.heforshe.org/en

Aspire to Lead (A PwC tem hoje um papel global, muito significativo, na promoção da diversidade de género em contexto profissional. Neste âmbito, foi lançado em 2014 o programa "Aspire to lead"

Connect to success ("Connect to Success" é um programa da Embaixada dos Estados Unidos com o apoio da Fundação Luso -Americana, que tem como objectivo criar um maior dinamismo na economia Portuguesa, apoiando empresas detidas por mulheres Portuguesas)

PwC foi uma das empresas a assinar a Carta Portuguesa para a Diversidade, uma iniciativa que surge em linha com os esforços encetados pela Comissão Europeia no âmbito das prioridades da "Estratégia Europa 2020“.

Cerimónia de assinatura

Testemunho
Mussá Finando, 36 anos, guineense, colaborador da PwC

O Mussá entrou na PwC em janeiro de 2014, através de um acordo de parceria estabelecido entre a Fundação Liga e a PwC para um estágio de “Formação Prática em Contexto de Trabalho”, de acordo com o regime para “Qualificação das pessoas com deficiências e incapacidades- -cidadania, inclusão e desenvolvimento social”.

“Na PwC não há diferença, não há preto e branco, todo o mundo é cooperativo” 
 

“Fiquei surpreendido que numa empresa assim tão grande não exista desigualdade” 
 

“As pessoas da PwC são humildes, mesmo no comportamento, não existe diferença”

Criamos valor para mulheres e homens. A PwC, em associação com o “Women’s Forum” e a “CNBC Creative Solutions”, perguntou a participantes e oradores durante o 2011 Women’s Forum in Deauville, o que é que o maior envolvimento das mulheres, no mundo dos negócios, significava para os homens.

Criamos oportunidades de carreira. O nosso programa de mobilidade global, não só proporciona a prestação de serviços de crescente qualidade a clientes, como também desenvolve as competências culturais e a perspetiva internacional que deve existir na network da PwC.

Criamos líderes. O Genesis Park, iniciado em 2001, é um programa de desenvolvimento de liderança que contribui para que Senior Managers/Directors se tornem futuros líderes globais. Foca-se na criatividade, resolução de problemas e relações multiculturais.

Investimos na capacitação do nossos profissionais.

No FY15, foram realizadas 57,158 horas de formação.