Logótipo da Madeira é desconhecido de 98% das pessoas e confunde-se com o do BPI

O director da consultora PwC Gonçalo Saraiva Mendes alertou, esta manhã, no Funchal, que a marca do turismo da Madeira “tem um logótipo pouco reconhecido” sendo que quase 98% dos visitantes abrangidos por um questionário não o conheciam. Desde 2002 que este símbolo é utilizado, naquilo que o especialista definiu como “a fase BPI”, por se confundir com o símbolo daquele grupo bancário.

Falando no primeiro painel da Conferência Anual do Turismo, organizada pela Ordem dos Economistas no Centro de Congressos (Casino), Gonçalo Saraiva Mendes fez uma análise dos pontos fortes e fracos da marca Madeira. E um dos problemas detectados foi precisamente o do não reconhecimento do símbolo da Madeira. “Estamos longe” de termos um símbolo que “identifique imediatamente a Madeira” e a marca “não está propriamente no top do reconhecimento que poderia ter”, sublinhou.

A consultora internacional efectuou um questionário a um painel de visitantes e chegou às seguintes conclusões principais: a Madeira tem muito boa reputação enquanto destino para as pessoas que o conhecem; é facilmente recordável e recomendável aos amigos, e um destino seguro; tem um logótipo pouco reconhecido e o destino tem pouca notoriedade (algo que o conferencista qualificou de “preocupante e que mostra a relevância da marca”); os recursos da Madeira não são assim tão fortes ou distintivos em relação à concorrência; e deve ser feita uma melhor associação do destino à Natureza.

A consultora PwC identificou ainda os seguintes desafios: há um “problema agudo” de dependência de determinados mercados, pois metade dos hóspedes são provenientes de apenas quatro países; a taxa de ocupação de 71% coloca a questão de saber se devemos pôr mais camas ou gerir melhor a sazonalidade; a falta de estruturação do produto; a notoriedade da marca é significativamente baixa; e está por potenciar a combinação entre o online e o offline para promoção do destino, algo que os destinos concorrentes já fazem.

In DN Madeira, 12 de maio de 2017

Contacte-nos

Pedro Palha
Manager
Tel: +351 213 599 651
Email

Follow us