A fórmula para o sucesso: R3+I

 

Dennis Nally, Chairman, PwC International Ltd. introduces the findings from PwC’s 16th Annual Global CEO Survey

  

CEO Survey Portugal (2013)

R3+I = Resiliência, reorganização, refocalização
e internacionalização

O que estão os CEO a fazer para tornar as suas organizações mais resistentes, num ambiente competitivo, complexo e em rápida mudança?

Qual o nível de confiança que sentem, face ao estado atual da economia?

Onde estão as oportunidades de crescimento do seu negócio?

Conheça o nosso estudo

 

 

A análise da PwC aos resultados

"A presença de Portugal na CPLP assume assim um papel muito relevante. Isto porque os países que a integram, para além da sua relevância individual, ganham agora um peso económico ainda maior por se encontrarem inseridos em zonas de integração económica com elevado potencial."
Nasser Sattar Partner
Financial Services Lead
"Este CEO Survey destaca os esforços dos CEO para tornar as suas organizações mais resilientes, numa envolvente de “instabilidade estável”, focando-se na seleção criteriosa de oportunidades de investimentos, na capitalização do cliente e na melhoria da eficiência operacional."
Rui_Rosado Gonçalves Partner
Technology
Consulting Lead
"Paralelamente ao esforço de eficiência operacional e considerando que a capacidade de crescimento por aquisição é bastante reduzida, consideramos fundamental manter o foco na receita, no aumento das vendas, na procura de novos mercados e no esforço comercial."
Rodrigo Lourenço Partner
Business Consulting Lead
"A carga fiscal é uma das principais dificuldades apontadas pelos CEOs, sendo esta preocupação mais sentida em Portugal do que a nível global."
Jaime Carvalho Esteves Partner
Tax Lead
Government & Public Services Lead
"Neste e no anterior estudo, mais de 80% dos CEO dizem-nos que alteraram significativamente a sua estratégia, pressupostos, métodos de trabalho e pessoas, no sentido de dotar as suas empresas para os desafios futuros – não podemos esperar conclusões diferentes das que temos se não alterarmos os nossos comportamentos."
António Brochado Correia Partner
Markets Lead