European cities hotel forecast 2013

O estudo “European Cities Hotel Forecast 2013 – Thriving or surviving” realizado pela PwC, com a colaboração da AHP e ATL, compara, pela primeira vez, a performance da hotelaria de Lisboa com 18 cidades europeias que, no seu conjunto, são responsáveis por mais de 650 000 quartos e recebem mais de 85 milhões de turistas internacionais.

É determinante para a imagem do país que Lisboa surja no mapa turístico internacional, a par de cidades como Barcelona, Berlim ou Viena. É uma oportunidade para demonstrar junto dos operadores e investidores que apesar da crise internacional, o setor vem resistindo e criando novas oportunidades.», afirma Cristina Siza Vieira, Presidente da Direção Executiva da AHP.

As principais conclusões do estudo apontam para o grau de resistência que a hotelaria europeia apresentou em 2012 e sugerem que, no ano de 2013, continuaremos a assistir aos efeitos da crise internacional e, em particular, da zona euro, sendo que o nosso turismo é fundamentalmente intra-europeu.

Embora não surja como surpresa o posicionamento relativo de Lisboa no que respeita ao RevPAR, surpreendente são os díspares níveis de performance esperados entre Lisboa, Madrid e Barcelona. Paris e Londres, como seria de esperar, lideram a receita e a ocupação. No entanto, para 2013 é expectável que Londres veja uma retração após a euforia dos Jogos Olímpicos de 2012, cujos efeitos se fizeram sentir em todo o Reino Unido, tal como o demonstra Edimburgo, que, no seu caso, se viu confrontada com o desvio de procura interna para Londres.

“2013 será fortemente marcado pela evolução da conjuntura económica, onde ganhar quota de mercado será mais difícil. Será o ano para aproveitar as oportunidades criadas por investimentos passados, para definir uma estratégia clara de fidelização e de posicionamento no digital, e garantir as competências necessárias de gestão”, refere César Gonçalves, Partner da PwC Portugal, líder do sector Hospitality & Leisure.