CFO Survey Portugal 2019

Desafios da gestão financeira na era digital

Nesta 1ª edição do CFO Survey Portugal da PwC questionámos cerca de 70 CFO e executivos financeiros de vários setores de atividade.

Pretendemos com esta publicação identificar as principais preocupações, ao nível da função financeira em Portugal e entender o seu posicionamento e maturidade digital atuais, face a um contexto tecnológico em constante mutação. Tentámos, ainda, compreender de que forma a função financeira se está a dotar, quer em termos de competências, quer em termos tecnológicos, para potenciar a redução de custos, o aumento da eficiência e a maior criação de valor acrescentado para a gestão das empresas.

Para este efeito, selecionámos cinco principais temas e tendências sobre os quais iremos incidir a nossa atenção: Robotic Process Automation (RPA), Data & Analytics, Cloud ERP Solutions, gestão de custos e o novo modelo operativo financeiro.

loading-player

A reprodução deste vídeo não está disponível neste momento

26% dos inquiridos estão a considerar a adoção de RPA, nos próximos 18 meses, para a automação dos seus processos.

A automação apresenta uma vasta diversidade de benefícios, tais como a redução de custos, a melhoria da qualidade e da conformidade, o aumento das receitas, e ainda um maior foco dos colaboradores em tarefas de maior valor acrescentado.

49% dos inquiridos referiu a melhoria do reporte de gestão e o desenvolvimento de dashboards e indicadores como a principal prioridade para os próximos 18 meses.

A análise de dados e de processos procura trazer benefícios em duas principais frentes: por um lado, disponibilizar informação mais criteriosa e valiosa para a gestão; por outro, fornecer informações sobre os processos operacionais internos em vigor.

46% dos inquiridos afirmou que ainda não utiliza qualquer solução financeira baseada na cloud por falta de confiança na sua segurança.

Apesar das reconhecidas vantagens da transição para a cloud, verifica-se existir ainda uma resistência significativa para o fazer. Os CFO alegam sentir alguma falta de confiança na utilização de soluções baseadas na cloud, quando, por norma, o seu nível de segurança excede o das soluções locais e adaptadas (on premises). Os sistemas ERP estão, também eles, cada vez mais orientados para a cloud e será essa a tendência dominante para o futuro.

28% dos inquiridos afirmou que os programas de gestão e redução de custos estarão na sua agenda, nos próximos 18 meses.

O sucesso de um programa de gestão de custos exige uma mudança cultural significativa nas empresas, de forma a promover mudanças comportamentais intrínsecas e permanentes nos principais stakeholders.

A nova forma de olhar e gerir custos deverá fazer parte dos métodos de trabalho de cada colaborador e não resultar apenas da mera imposição da gestão.

46% dos inquiridos considerou que a sua função financeira beneficiará da execução de um programa de transformação organizacional.

Apesar dos temas da eficiência e redução de custos ter dominado a agenda dos CFO nos últimos anos, estes estão agora mais focados na melhoria da eficiência do seu modelo organizacional e operativo, de forma a tornarem-se cada vez mais um parceiro de suporte à tomada de decisão por parte da gestão de topo das empresas.

"Perante a atual realidade de crescente automação e digitalização de vários processos, a função financeira do futuro tenderá a desprender-se de tarefas mais rotineiras passando a ter um maior foco nas questões relacionadas com o planeamento e aconselhamento, controlo e análise, aportando assim um maior valor à gestão."

António Brochado CorreiaTerritory Senior Partner, PwC Portugal

Contacte-nos

António Brochado Correia

Territory Senior Partner, PwC Portugal

Tel: +351 213 599 405

Gabriela Teixeira

Advisory Partner, PwC Portugal

Tel: +351 213 599 314

Miguel Fernandes

Advisory Partner, PwC Portugal

Tel: +351 213 599 314

Siga-nos