Skip to content Skip to footer
Pesquisar

A carregar resultados

Premiados 2015

Para descarregar toda a informação sobre os Premiados 2015, por favor clique nas secções apresentadas abaixo ou faça download do pdf.

Premiados

Prémio Excellens Mare

Ove Thorsheim

Ove Thorsheim é um dos diplomatas noruegueses mais experientes. Sendo licenciado em Letras, há mais de 30 anos que exerce atividade na área da diplomacia. Desde sempre, a sua ação diplomática esteve ligada a grandes nações de mar, destacando-se as funções como embaixador da Noruega, na Austrália, em África do Sul e, mais recentemente, em Portugal. São reconhecidas por muitos, excelentes qualidades no que respeita à forma serena e elegante como trata cada uma das situações que enfrenta, sendo sempre eficaz no que respeita a resultados. São exemplos paradigmáticos da excelência e brilhantismo da sua ação transversal nos assuntos de mar, a forma como apoiou sete países da África Ocidental na questão da extensão
Prémio Excellens Mare – Ove Thorsheim

 

da plataforma continental, a forma como geriu o dossier delicado de 435 refugiados resgatados por um navio Norueguês em águas territoriais da Austrália e a forma como, em Portugal, incentiva a aplicação de uma visão integrada das atividades do mar e a cooperação entre nações marítimas, no âmbito das relações entre empresas da economia do mar, universidades, centros de investigação científica e comércio bilateral. O seu primeiro trabalho foi num navio de cruzeiro e, antes de ser recrutado para o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Noruega, trabalhava numa plataforma petrolífera no Mar do Norte. Ter nascido numa pequena ilha da costa ocidental da Noruega (Bømlo) e ser filho de um marinheiro, são factos que em muito explicam a sua paixão pelo mar!

Prémio Valoris Mare

Portos de Portugal

Há vários anos que os Portos de Portugal, no Continente, nos Açores e na Madeira, encetaram uma dinâmica de modernização e sofisticação. De uma forma geral as várias Administrações Portuárias têm tido uma visão de médio e longo prazo e integrada nas regiões e comunidades onde operam. São exemplos de excelência a evolução da carga em Portos como Sines e Leixões, assim como o desenvolvimento dos cruzeiros em Lisboa e na Madeira. Também a importância das exportações que partem via Setúbal e Aveiro deve ser registada, bem como a importância fundamental dos Portos dos Açores, de Viana, da Figueira e do Algarve, para o desenvolvimento das regiões onde estão situados. Tendo uma ação preponderante na dinamização de projetos de referência internacional como a Janela Única Portuária e Janela Única Logística, tendo uma
Prémio Valoris Mare – Portos de Portugal

 

prática virada para a sustentabilidade financeira e ambiental e um papel importante como polos de desenvolvimento económico e de criação de emprego, os Portos de Portugal têm dado um contributo fundamental para o desenvolvimento do país. O espírito de boa cooperação em que operam materializa-se na APP – Associação de Portos de Portugal, responsável pelo reforço das relações e interações entre portos, assim como pelo desenvolvimento de parcerias com entidades internacionais, onde se destaca o excelente contributo para o desenvolvimento da APLOP – Associação dos Portos de Língua Portuguesa. A consistência das visões de médio e longo prazo das Administrações Portuárias, tem contribuído para o excelente desempenho dos Portos, mesmo no cenário complexo de instabilidade económica em que o país tem vivido.

Prémio Identitas Mare

Banda da Armada

O início das atividades musicais da Marinha Portuguesa que conduziram à existência da Banda da Armada remonta ao século XVIII. Tendo como missão principal a responsabilidade dos cerimoniais militares e respetivo protocolo, pela sua ação ao longo do tempo, percorrendo o país e representando Portugal em eventos internacionais, a Banda da Armada é muito mais do que uma banda de interpretação de temas marciais. Ao longo dos tempos a Banda da Armada tem desenvolvido um trabalho de grande interesse público de âmbito cultural e de inspiração e divulgação da cultura marítima portuguesa. A sua ação tem-se pautado por uma constante evolução e inovação, na escolha dos seus repertórios. Através das suas apresentações, não só apresentando a inovação própria de quem aplica a modernidade artística aliada à tradição castrense, sensibilizando o vasto
Prémio Identitas Mare – Banda da Armada

 

auditório para a causa e coisas do mar, divulgando a cultura naval própria da organização que representa e que projeta na sociedade civil, contribuindo desta forma para uma melhor compreensão, sensibilização e divulgação, não só da maritimidade dos portugueses enquanto povo e nação, mas também para o trabalho realizado todos os dias pela Marinha de Guerra Portuguesa. Fazem parte dos seus quadros alguns dos melhores instrumentistas da atualidade portuguesa e ao longo da sua história viu nascer nas suas fileiras, excelentes compositores. Pela Banda da Armada passaram maestros de reconhecido mérito de diversas nacionalidades, sendo que na atualidade é orientada pelo Maestro Délio Gonçalves. A Banda da Armada, pela excelência da sua ação, foi distinguida em 1999 pelo Senhor Almirante Chefe de Estado Maior da Armada com a Medalha de Ouro de Serviços Distintos.

Prémio Navigare Mare

EMSA – European Maritime Safety Agency
(Agência Europeia para a Segurança Marítima)

A EMSA – European Maritime Safety Agency (Agência Europeia para a Segurança Marítima) foi criada em 2002, pela União Europeia, com a missão de garantir um elevado padrão de eficácia e uniformização de procedimentos na resposta a dar às questões relacionadas com a segurança marítima e prevenção da poluição causada por acidentes marítimos, em particular envolvendo hidrocarbonetos. A sua missão foi entretanto alargada por forma a dar resposta à poluição marítima causada por plataformas petrolíferas e de gás.
Prémio Navigare Mare – EMSA – European Maritime Safety Agency

 

   

As suas ações de excelência no âmbito da assistência técnica aos Estados Membros e à Comissão Europeia no que se refere à implementação de legislação relacionada com a prevenção da poluição e com a segurança marítima, a promoção da cooperação entre Estados Membros e as ações de verificação de prontidão operacional na deteção e resposta à poluição e segurança marítima, em muito têm contribuído para uma cultura de segurança (safety) marítima na União Europeia e mesmo em países terceiros.

Prémio Athletice Mare

Náutica nas Escolas e Centro de Mar de Viana do Castelo 

Aproveitando as excecionais condições naturais de rio e mar, Viana do Castelo investiu na implementação de iniciativas que aproveitem todo o potencial marítimo desta cidade. Sob a liderança da Câmara Municipal, Clubes ligados aos desportos aquáticos, os diretores e professores de educação física das escolas do concelho, alunos e encarregados de educação, criaram um extraordinário projeto de educação e de desportos de água, de escala internacional, que está a transformar a prática de desportos aquáticos no concelho e no país. Neste momento, mais de 1.000
Prémio Athletice Mare – Náutica nas Escolas e Centro de Mar de Viana do Castelo


 

alunos das escolas secundárias do concelho de Viana do Castelo, têm aulas de duas modalidades náuticas por ano, de quatro opções possíveis, remo, canoagem, vela ou surf, após terem tido aulas de natação. Esta prática desportiva inserida no plano curricular da disciplina de educação física, acontece nas novas instalações do Centro de Remo, do Centro de Canoagem, do Centro de Vela e do Centro de Alto Rendimento de Surf, com o apoio da Câmara, dos Clubes e das Escolas. A excelência deste projeto é uma realidade do presente que nos inspira e prepara a todos para um futuro de crescimento azul.

Prémio Scientia Mare

Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Desde sempre, a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa tem sido uma instituição de excelência na formação de cientistas e investigadores das ciências ligadas ao mar nas áreas da biologia, da química, da bioquímica e da geologia, entre outras ciências. A missão da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa é expandir os limites do conhecimento científico e da tecnologia, transferir esse conhecimento para a sociedade e promover a educação dos seus estudantes através da prática da investigação. A Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa conta com sete centros de investigação de alguma forma ligados ao mar, de excelente qualidade, nomeadamente o MARE, o Instituto Dom Luiz e o BioISI, entre outros.
Prémio Scientia Mare – Faculdade de Ciências da Univ. de Lisboa
No curriculum dos centros de investigação da Faculdade constam mais de 2000 projetos executados ou em curso, relacionados com o mar. Com sede na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, o MARE, é um centro de investigação com 8 polos distribuídos por todo o país, Continente, Açores e Madeira, com cerca de 500 investigadores, dos quais 200 são doutorados, é a unidade de investigação com a classificação mais elevada nas Ciências e Tecnologias do Mar, bem como em todo o domínio das Ciências Naturais e do Ambiente. Num esforço permanente de criação de valor, a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa tem sido um viveiro de start ups da economia do mar. 

Prémio Natura Mare

CRAM-Q (Centro de Reabilitação de Animais Marinhos de Quiaios)

Desde a sua abertura, o Centro de Reabilitação de Animais Marinhos de Quiaios já prestou cuidados de saúde a mais de 1.500 animais marinhos (aves, tartarugas, focas e cetáceos). Nos últimos anos as principais causas de ingresso no centro têm sido traumatismo, intoxicação por biotoxinas e debilidade/ exaustão. A taxa média de reabilitação ronda os 50%, sendo considerada acima da média, aplicando standards internacionais. No caso das focas e das tartarugas, a taxa média de reabilitação tem sido superior a 70%. A excelência destes resultados deve-se à elevada qualidade das equipas multidisciplinares (médicos, enfermeiros, veterinários, biólogos e tratadores) que trabalham no centro e à forte cooperação entre a Sociedade Portuguesa de Vida Selvagem (ONG de ciência da qual o centro faz parte) e o Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro. Dispondo de uma ambulância de emergência para animais marinhos

  
 

arrojados, propriedade do Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro, o Centro está disponível 24 horas por dia, para acudir a qualquer eventualidade (em média são efetuadas 200 intervenções por ano). Para além de um passado e de um presente extraordinários, o Centro tem excelentes perspetivas de desenvolvimento futuro, na medida em que fará parte do ECOMARE, uma infraestrutura da Universidade de Aveiro, em parceria com a Sociedade Portuguesa de Vida Selvagem, Câmara Municipal de Ílhavo e o Porto de Aveiro, a primeira infraestrutura Portuguesa e Europeia em que se integram três conceitos: a investigação, a visitação e a reabilitação. Neste contexto, o Centro contará com um Banco de Tecidos de Animais Marinhos, em rede internacional, uma Unidade de Cuidados Intensivos, um Hospital Veterinário e Salas de Quarentena para o tratamento e reabilitação de animais marinhos, constituindo uma unidade de resposta em caso de derrames.

Contacte-nos

Marketing

Fale connosco, PwC Portugal

Tel: +351 213 599 651