Portfolio & Programme Management

O alinhamento dos seus gastos de investimento continua a ser um imperativo empresarial

  • Os projetos alcançam todo o potencial que prometem e apresentam uma boa relação custo-benefício?
  • Tem a capacidade e a competência para apresentar com sucesso programas que tragam uma mudança, no prazo e no orçamento certos?
  • Está a tirar o máximo proveito dos mesmos?
  • Está satisfeito com o atual nível de maturidade da gestão de projetos na sua organização?
  • A abordagem que faz à gestão de portfólio é apropriada e adequada (caso a tenha)? 

  

  

Áreas de trabalho

Gestão de portfólio

A gestão de portfólio permite que sejam tomadas decisões estratégicas com base num equilíbrio de estratégias de longo prazo e imperativos de curto prazo, governo ágil e uma série de processos, ferramentas e técnicas adaptáveis. O objetivo é otimizar as decisões de investimento e de seleção de projetos e outras atividades estratégicas necessárias para alcançar os objetivos estratégicos da organização.

As pressões comerciais comuns que servem de catalisador para fazer aumentar o enfoque na gestão de portfólio poderão incluir:

  • aumento da concorrência, forçando as empresas a reduzir ou congelar os preços;
  • equipas globais / distribuídas, criando a necessidade de colaboração;
  • falta de recursos qualificados disponíveis, necessários para projetos;
  • aumento da exposição ao risco em portfólios de projetos;
  • novos orçamentos;
  • novo diretor executivo / novo líder da alta gestão.

  

  

Gestão de benefícios

A gestão de benefícios está no centro de uma mudança bem-sucedida. É uma atividade pró-ativa de medição que se concentra em melhorias antecipadas e oportunistas e retornos à medida que vai investindo na transformação do negócio. Os portfólios, os programas e os projetos de mudança são concebidos de forma a proporcionarem um valor duradouro a uma organização, contribuindo diretamente para alcançar os objetivos estratégicos. A abordagem de realização de benefícios da PwC põe a criação de valor no centro das atividades em torno de qualquer transformação, não como um fluxo separado de trabalho. Define todos os outros elementos do seu trabalho de transformação.

Um enfoque na gestão eficaz de benefícios garante que:

  • os benefícios são compreendidos, articulados e alinhados com os objetivos;
  • há uma responsabilização e uma transparência claras;
  • os benefícios são alcançáveis e continuam a representar uma boa relação custo-benefício;
  • o enfoque nos benefícios e na respetiva realização não se perdem na transição para a atividade como habitualmente.

  

  

  

  

Avaliação da maturidade do programa

A avaliação da maturidade do programa (Programme Maturity Assessment - PMA) avalia a capacidade de apresentação de um portfólio ou programa e cria recomendações utilizáveis, especificamente para o contexto empresarial. Usando os 12 elementos de excelência de execução da PwC, a maturidade e a eficácia da gestão, do governo, da execução e dos controlos do programa da organização podem ser avaliadas, e podem ser recomendadas ações para aumentar a probabilidade de sucesso.

A avaliação da maturidade do programa permite aos clientes compreenderem os pontos fortes e fracos em aspetos que podem incluir os que a seguir se indicam.

  • A razão pela qual os portfólios ou programas recentes não conseguiram apresentar resultados e benefícios.
  • Deficiências na definição do âmbito e do controlo de mudanças relacionadas com o alinhamento com a estratégia da organização.
  • Inconsistência e falta de uma abordagem normalizada à execução.
  • Comunicação e informação de gestão inconsistentes, resultando numa tomada de decisões não ideal.
  • A capacidade atual para alcançar a estratégia não é compreendida.
  • Estratégias excessivamente ambiciosas, resultando na insatisfação das partes interessadas.
  • Supervisão limitada das interdependências e sinergias entre os programas.

  

  

Mobilização de programas (12 elementos de excelência na execução)

A mobilização de programas destina-se a ajudá-lo a definir o tom e o ritmo, e a pôr o programa na direção certa desde o início. O objetivo é estabelecer um Programme/Project Management Office (PMO) que permita um nível de controlo adequado à complexidade do seu programa. Também se pretende que tenha o conhecimento de que precisa para tomar decisões e garantir que o programa permanece alinhado com as prioridades estratégicas.

A mobilização do PMO permite identificar e resolver potenciais pontos fracos, tais como os que a seguir se indicam.

  • Falta de um patrocínio (sponsor) com visibilidade.
  • Não obtenção da informação necessária para tomar decisões fundamentais.
  • Prazos de entrega não claros e riscos que não são devidamente compreendidos.
  • Alinhamento com prioridades estratégicas ou benefícios esperados na execução.
  • Confusão na comunicação sobre o estado do programa.
  • Celeridade e rapidez ao reagir a novas oportunidades ou desafios.

  

Execução ágil do programa

A transformação ágil é uma forma de prosperar em conjunto num mundo de disrupção, em que trabalhamos juntos para criar rapidamente valor para o cliente, com base em novas formas sustentáveis de trabalhar.

A abordagem da transformação ágil significa que trabalhamos consigo para:

  • criar confiança e novas formas de trabalhar;
  • proporcionar valor rapidamente;
  • reconhecer que as pessoas e a colaboração são fundamentais para o sucesso ágil;
  • elaborar uma abordagem iterativa que apresenta resultados com flexibilidade;
  • permitir que a sua liderança seja feita de forma ágil.

  

  

{{filterContent.facetedTitle}}

{{contentList.dataService.numberHits}} {{contentList.dataService.numberHits == 1 ? 'resultado' : 'resultados'}}
{{contentList.loadingText}}

Contacte-nos

Gabriela Teixeira

Partner, PwC Portugal

Tel: +351 213 599 314

Miguel Fernandes

Advisory Partner, PwC Portugal

Tel: +351 213 599 314

Siga-nos